- Sputnik Brasil, 1920
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Especialista destaca erro de cálculo da OTAN que está beneficiando a Rússia no conflito ucraniano

© AFP 2023 / Nikolay DoychinovMilitares dirigem veículos blindados enquanto participam do exercício militar conjunto da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) Noble Blueprint 23, no campo militar de Novo Selo, noroeste da Bulgária, em 26 de setembro de 2023
Militares dirigem veículos blindados enquanto participam do exercício militar conjunto da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) Noble Blueprint 23, no campo militar de Novo Selo, noroeste da Bulgária, em 26 de setembro de 2023 - Sputnik Brasil, 1920, 08.07.2024
Nos siga no
A política míope da Aliança Atlântica se transformou em um conflito por procuração do bloco militar com a Rússia no território da Europa, o qual Moscou tem todas as chances de vencer, escreveu Anatol Lieven do think tank Instituto Quincy em um artigo na Responsible Statecraft.
"Agora a OTAN […] ficou em uma situação que ela e seu dominador norte-americano evitaram cuidadosamente durante a primeira Guerra Fria: em um conflito por procuração com a Rússia, não na Ásia ou na África, mas na própria Europa, em circunstâncias que, a longo prazo, beneficiam a Rússia em grande medida", destacou ele.
Militares ucranianos carregam um caminhão com o Javelin FGM-148, míssil antitanque portátil norte-americano fornecido pelos EUA à Ucrânia como parte de um apoio militar, após sua entrega no aeroporto Borispol de Kiev, 11 de fevereiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 27.05.2024
Panorama internacional
Plano de produção de armas EUA-Ucrânia pode 'falhar em todos os objetivos', diz ex-analista dos EUA
Lieven ressaltou que a expansão da aliança era apresentada como um passo livre de risco. Entretanto, repetidas advertências de que a adesão da Ucrânia implicaria um conflito eram ridicularizadas pelos diplomatas ocidentais, concluiu o especialista.
Moscou tem enfatizado repetidamente que não representa uma ameaça a nenhum dos países da OTAN, mas não ignorará ações potencialmente perigosas para seus interesses. No entanto, a Rússia segue sendo aberta ao diálogo, mas em pé de igualdade, e o Ocidente deve abandonar seu rumo de militarização da Europa. Segundo observou o presidente russo Vladimir Putin, o país não quer um confronto militar direto com a OTAN, mas se alguém quiser, Moscou está pronta para isso.
Logo da emissora Sputnik - Sputnik Brasil
Acompanhe as notícias que a grande mídia não mostra!

Siga a Sputnik Brasil e tenha acesso a conteúdos exclusivos no nosso canal no Telegram.

Já que a Sputnik está bloqueada em alguns países, por aqui você consegue baixar o nosso aplicativo para celular (somente para Android).

Também estamos nas redes sociais X (Twitter) e TikTok.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала