- Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Resgatar experiências ultraliberais não faz sentido, diz Lula no Mercosul

© Reprodução / YouTubeO presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, durante a reunião de chefes de Estado do Mercosul de 2024, em Assunção, Paraguai, em 8 de julho
O presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, durante a reunião de chefes de Estado do Mercosul de 2024, em Assunção, Paraguai, em 8 de julho - Sputnik Brasil, 1920, 08.07.2024
Nos siga no
O presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, defendeu nesta segunda-feira (8), diante de seus pares do Mercosul, a ideia de que resgatar antigas experiências ultraliberais não é bom para a região.
"Num mundo globalizado, não faz sentido recorrer ao nacionalismo arcaico e isolacionista; também não há justificação para resgatar experiências ultraliberais que apenas agravaram as desigualdades na nossa região", afirmou.
No discurso, ele não citou diretamente o presidente argentino, Javier Milei — que não participa da cúpula de chefes de Estado, realizada em Assunção, no Paraguai —, embora suas palavras possam ser interpretadas como uma referência às políticas que estão sendo aplicadas por Buenos Aires.
"Os bons economistas sabem que o mercado livre não é uma panaceia para a humanidade", disse Lula, que afirmou ainda que quem conhece a história da América Latina reconhece o valor do Estado "como planejador e indutor do desenvolvimento".
Javier Milei posa ao lado de Jair Bolsonaro, Tarcísio de Freitas e Eduardo Bolsonaro em Balneário Camboriú (SC). Brasil, 6 de julho de 2024 - Sputnik Brasil, 1920, 07.07.2024
Notícias do Brasil
'Encontro de terraplanistas': ministro de Lula ironiza encontro de Milei com Bolsonaro
O presidente brasileiro também lamentou a divisão interna do Mercosul nos últimos anos e defendeu o grupo como fórmula para que os países da região tenham presença no mundo.
"Nos últimos anos, permitimos que conflitos e disputas, muitas vezes estranhos à região, substituíssem a nossa vocação de paz e cooperação; somos mais uma vez uma região balcanizada e dividida, que olha mais para fora do que para si mesma", criticou.
Lula também condenou a recente tentativa de golpe na Bolívia, manifestou seu apoio ao presidente Luis Arce e traçou paralelos entre o que aconteceu em La Paz e o que foi vivido em Brasília em 8 de janeiro de 2023. "A reação unânime ao 26 de junho na Bolívia e ao 8 de janeiro no Brasil mostra que não há atalhos para a democracia em nossa região, mas devemos estar atentos."
Javier Milei canta o hino nacional da Argentina em cerimônia em Buenos Aires. Argentina, 5 de julho de 2024 - Sputnik Brasil, 1920, 06.07.2024
Panorama internacional
Mídia: governo Milei está empenhado em promover o esvaziamento do Mercosul
O presidente brasileiro comemorou a adesão plena da Bolívia ao Mercosul, que na sua opinião tem "enorme valor estratégico", e defendeu encontrar caminhos para que os benefícios da transformação de minerais para a indústria de baterias e semicondutores permaneçam nos países da região.
Lula também defendeu a continuidade das negociações para um acordo de livre comércio com a China e para que os pagamentos possam ser feitos em moeda local nas transações do bloco.
Por fim, sobre o acordo comercial com a União Europeia, frustrado após quase duas décadas de negociações, Lula culpou os países europeus, que não souberam resolver suas contradições internas.
Logo da emissora Sputnik - Sputnik Brasil
Acompanhe as notícias que a grande mídia não mostra!

Siga a Sputnik Brasil e tenha acesso a conteúdos exclusivos no nosso canal no Telegram.

Já que a Sputnik está bloqueada em alguns países, por aqui você consegue baixar o nosso aplicativo para celular (somente para Android).

Também estamos nas redes sociais X (Twitter) e TikTok.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала